Convento de Santo António de Ferreirim

Integrando uma anterior torre fortificada possivelmente datada de século XIV, a fundação deste convento masculino franciscano inicia-se com a doação, em 1525, dos terrenos circundantes, por D. Francisco Coutinho, Conde de Marialva.

De traça manuelina, da qual sobrevive o pórtico da igreja, há ainda a assinalar a construção do claustro, entretanto desaparecido, correspondente à primeira metade do século XVI, período de construção da igreja e do complexo conventual.

No que concerne ao seu espólio, destacam-se as oito tábuas pintadas em 1533-1534 pelos denominados “Mestres de Ferreirim”, parceria desvendada mais tarde por documentação encontrada por Virgílio Correia e que revelou os nomes de Cristóvão de Figueiredo, Garcia Fernandes e Gregório Lopes como os autores das pinturas.

Extinto em 1834, a sua igreja foi convertida em igreja paroquial e as dependências conventuais vendidas em hasta pública e parcialmente desmanteladas ou caídas em ruína. Classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1944, em 2001-2005 a igreja e seu recheio foram sujeitos a restauro.

A integração, em 2009, no Projeto Vale do Varosa, juntamente com mais dois monumentos (Mosteiro de São João de Tarouca e Mosteiro de Santa Maria de Salzedas), possibilitou a recuperação da área conventual remanescente, onde foi instalado o Centro Interpretativo do convento, aberto ao público desde julho de 2016.

Serviços disponibilizados ao público
Visita livre
Visita guiada (marcação prévia)
Acolhimento
Loja

Serviço educativo
Realização de visitas guiadas ao convento, mediante marcação prévia através do e-mail valedovarosa.visitar@culturanorte.gov.pt

Edições
RIBEIRO, João Manuel (2012). “O Anjo do Pintor. O Convento de Santo António de Ferreirim”. 1ª edição. Vila Real: Direção Regional de Cultura do Norte. Porto: Trinta por uma linha (livro infantil)
VÍTOR, Gaspar (2015). “A Pintura Quinhentista do Convento de Santo António de Ferreirim”. 1ª edição. Lamego: Museu de Lamego/Vale do Varosa/Direção Regional de Cultura do Norte.

Como chegar
De carro: A24 – saída Lamego – Tarouca – EN 226 até Britiande – EN 525 até Ferreirim
Comboios: Régua (ligação por autocarro até Lamego – Tarouca) – Porto
Autocarros urbanos: Porto – Campo 24 de Agosto, Fátima, Coimbra, Viseu; Expressos: Viseu-Coimbra-Lisboa; Viseu-Aveiro-Porto-Braga-Guarda-Covilhã; Régua-Armamar-Moimenta-Viseu-Coimbra-Lisboa

Localização:

Latitude: 41.052546
Longitude: -7.775926

Avenida Mestres Pintores de Ferrerim, 5100-482 Ferreirim, Lamego Portugal
Informação Útil:

Dias de Abertura
De terça a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Encerrado ao público à segunda-feira, feriados nacionais de 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio e 25 dezembro e 8 de setembro (feriado municipal de Lamego). As visitas realizam-se mediante marcação prévia para o e-mail valedovarosa.visitar@culturanorte.gov.pt

Horário
De Terça a Domingo.

Preço
Bilhete Normal – 3,00 €

Bilhetes de Visita Guiada: As visitas guiadas têm um acréscimo de 50% sobre o bilhete.

Exposições temporárias ou outros eventos sujeitos a tabelas de preços específicas e definidas caso a caso e divulgadas aquando a sua realização.

Descontos e Isenções

Contactos:

Tel:254600230

Email:

Website: