Reabilitação das coberturas da Casa de Ramalde

A Casa de Ramalde, no Porto, será dotada de um sistema de produção de energia fotovoltaica, assim adotando uma fonte de energia renovável e cumprindo um dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável.

A Casa de Ramalde, no Porto, será dotada de um sistema de produção de energia fotovoltaica (monofásica) nas vertentes interiores sul, assim adotando uma fonte de energia renovável e cumprindo um dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável previstos na resolução da Organização das Nações Unidas “Transformar o nosso mundo: Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável”.

Representando um investimento superior a 100 Mil Euros, a intervenção de Reabilitação das Coberturas da Casa de Ramalde e edifícios anexos está agora a iniciar-se.

A empreitada, com um prazo de execução de 90 dias, visa garantir a salvaguarda do imóvel e o adequado funcionamento das instalações existentes, promovendo a eliminação de anomalias detetadas, repondo condições adequadas à utilização dos espaços e melhorando as condições ambientais dos mesmos através da redução dos níveis de humidade no interior dos edifícios, melhoria do comportamento térmico, e promoção de maior sustentabilidade na manutenção do conjunto.

Com esta intervenção pretende-se promover, no exterior da Casa de Ramalde, a beneficiação geral dos telhados (incluindo a verificação e reforço das estruturas de suporte e elementos de apoio), com a substituição de telhas, a revisão e correção dos sistemas de rufagem/escoamento das águas pluviais, colmatando deficiências nos remates de encontro das coberturas com os paramentos e substituindo os elementos degradados e obsoletos.

Nos edifícios anexos preconiza-se a conservação das coberturas através da verificação e limpeza dos revestimentos existentes em telha e da resolução de deficiências nos remates dos telhados com os paramentos (rufos e caleiros), com substituição dos elementos que se encontrem degradados ou obsoletos.

No interior dos diversos edifícios, será efetuada a reparação das anomalias resultantes de infiltrações através da picagem de rebocos podres, execução de novos e pintura dos paramentos e tetos dos compartimentos afetados.

A intervenção contempla a reabilitação das caixilharias exteriores que apresentam degradação avançada, estando prevista a substituição de todos os elementos apodrecidos e a reparação de ferragens, dobradiças ou fechaduras, assim como, o acabamento das mesmas com pintura; a recuperação de soalhos através da substituição das áreas que apresentam significativa perda de material, preconizando-se o tratamento de toda a área com produto antifúngico que sustenha as patologias detetadas e garanta uma adequada conservação das madeiras, e a restituição de condições de segurança ao corrimão da caixa de escadas interior com reposição de peças desagregadas, reforço da fixação dos prumos existentes e colocação de novos, garantindo-se maior resistência e estabilidade ao elemento.

A Casa de Ramalde, no Porto, com todas as suas pertenças (Quinta da Queimada), conjunto classificado como Imóvel de Interesse Público, propriedade do Estado afeta à Direção Regional de Cultura do Norte, acolhe os serviços da Direção de Serviços dos Bens Culturais.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on skype
Skype
Notícias Recentes
A partir do dia 20 de setembro, o Museu de Lamego encerra temporariamente e de modo faseado as suas salas de exposição. Em causa as obras de reabilitação que visam melhorar as condições de acessibilidade física e comunicacional do museu, inseridas na Operação “Museu de Lamego. Museu para todos”.
Siga-nos