Marta Pais de Oliveira vence Prémio Literário Nortear

A vencedora da 8ª Edição do Prémio Literário Nortear para Jovens Escritores é a escritora portuguesa Marta Pais de Oliveira (natural de Vila Nova de Gaia), com o conto em prosa “Medula”. O Prémio será entregue na próxima edição da Culturgal.

Marta Pais de Oliveira é a vencedora da 8ª Edição do Prémio Literário Nortear para Jovens Escritores, com o conto em prosa “Medula”.

Marta Pais de Oliveira, 32 anos, é natural de Vila Nova de Gaia e recebeu a notícia com “enorme felicidade, pela relevância do prémio, pelo incentivo que pressupõe e oportunidade de promoção na nossa Eurorregião e pela publicação do conto em galego e em português”, explica a escritora, que antes já havia vencido o Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís 2020 com a sua novela “Escavadoras”.

“Medula” é uma distopia, ao estilo de George Orwell, que aborda a história de duas pessoas que estão às portas do ministério da solidão e precisam de decidir o que fazer depois”, avança a autora.

40 jovens escritores, entre os 16 e os 36 anos, da Eurorregião Galicia – Norte de Portugal apresentaram obras à 8ª Edição do Prémio Literário Nortear. É uma iniciativa do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial da Eurorregião Galicia – Norte de Portugal, da Consellería de Cultura, Educación, Formación Profesional e Universidades da Xunta de Galicia e da Direção Regional de Cultura do Norte.

O júri da 8ª edição do Prémio Nortear foi presidido por Gonzalo Constela, escritor e diretor da Escola Oficial de Linguas de Santiago e constituído pelos escritores galegos Eva Mejuto e Ramón Nicolás, e por Carlos Lopes, editor e responsável da editorial Edita-me, e Ana Araújo, da Direção Regional da Cultura do Norte.

Todos destacam “a mestria da autora na construção da narrativa em todas as suas categorias”. Para o júri, Medula possui um bom ritmo e uma linguagem e estilo notável, que coincidem com o estado de desassossego permanente, que acompanham toda a estrutura interna da narrativa”. Mais sublinharam que, em geral, se verificou um crescendo de qualidade das narrativas apresentadas a concurso, designadamente em termos de domínio da arquitetura do género narrativo, estilístico e mesmo linguístico.

O Prémio será entregue na próxima edição da Culturgal, feira de indústrias culturais da Galiza, que se realizará, em Pontevedra no final deste ano.

O prémio literário Nortear tem uma dotação financeira de três mil euros e contempla a publicação da obra vencedora em galego e português. Distingue anualmente obras originais, para estimular o lançamento de novos escritores, incentivar a criatividade literária entre os jovens residentes na Eurorregião Galicia – Norte de Portugal e promover a sua distribuição além-fronteiras.

Marta Pais de Oliveira junta-se, assim, aos sete vencedores das anteriores edições: Lara Dopazo, Rui Cerqueira Coelho, Cecília Santomé, Sara Brandão, Sabela Varela, Célia Fraga e Pedro Rodríguez Villar.

O projeto Nortear é um pólo cultural de referência na Europa no âmbito da Cooperação transfronteiriça. É cofinanciado pelo Programa Interreg V A España – Portugal (POCTEP) – Projeto 0457_EGNP_AECT_1_E.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on skype
Skype
Notícias Recentes
Siga-nos