DRCN associa-se à Noite Branca de Braga

A Noite Branca de Braga acontece nos dias 2, 3 e 4 de setembro, com mais de 150 eventos. A entrada no Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, Museu dos Biscainhos e Mosteiro de Tibães será de livre acesso.

O evento Noite Branca de Braga, considerado o “maior evento cultural de acesso gratuito do país” irá decorrer de 2 a 4 de setembro, após paragem forçada de dois anos, causada pela pandemia da Covid-19.

A Noite Branca de Braga reúne milhares de pessoas em torno de diversas manifestações culturais como concertos, exposições, animações de rua, instalações e performances.

Apesar de se tratar de uma organização financiada pelo Município de Braga, os eventos a promover alargam-se a diferentes locais da cidade, nomeadamente aos museus tutelados pela Direção Regional de Cultura do Norte: Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, Museu dos Biscainhos e Mosteiro de Tibães.

Dada a importância do evento para a dinamização cultural da cidade, sobretudo numa altura em que Braga é oficialmente candidata a Capital Europeia da Cultura 2027, e considerando o importante contributo dos museus acima mencionados para o sucesso da iniciativa, foi determinado que nos dias 2, 3 e 4 setembro, a entrada no Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, Museu dos Biscainhos e Mosteiro de Tibães será de livre acesso, não havendo lugar à cobrança de bilhete.

A Noite Branca de Braga acontece nos dias 2, 3 e 4 de setembro com uma nova imagem que procura a comunhão com o território e com a comunidade. Serão mais de 48 horas de ativação cultural, mais de 150 eventos, 5 palcos, novo circo, instalações, performances, arte pública, museologia, história, comunidade e compromisso.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on skype
Skype
Notícias Recentes
Siga-nos